DIGICRIATIVA
 

Categoria: E-commerce

6 Dicas para alavancar o seu e-commerce

Aumentar as vendas é o principal objetivo das campanhas de marketing.  Para quem deseja investir nas vendas online, um dos principais desafios é conquistar o consumidor.

Continue lendo

Frete grátis contribui para o aumento das vendas online

Não é novidade para ninguém: a cada dia, se compra e se vende mais pela Internet! Já abordamos aqui mesmo no blog, o assunto E-Commerce. Porém, estávamos refletindo por aqui esses dias… “Com tantas empresas oferecendo produtos iguais, com preços iguais, o que me levaria a comprar com a Empresa A ao invés de comprar com a Empresa B?”

Talvez, essa seja uma reflexão interessante, tanto para o lojista quanto para o consumidor. De fato, se são entidades com o mesmo status de mercado, vendendo algo similar, com condições de pagamento equiparadas, acaba que a escolha fica na sorte, na intuição de quem compra. Bem, não exatamente…

Existe um fator que pode desequilibrar essa queda de braço: FRETE. Quem nunca passou por essa experiência?

Você resolve adquirir algo via web, por que vai ficar mais barato, por exemplo. Inicia a pesquisa de preços, acessa vários sites, até que encontra o melhor preço. No momento de finalizar a compra… TCHARAM: você se depara com um valor de taxa de entrega que te faz pensar qual seria a vantagem de comprar ali, ao invés de ir até a loja e trazer pra casa na hora. Pois é… Muitos comerciantes ainda não se deram conta de como essa questão pode ser vital para o fechamento do negócio! Afinal, vai dizer que quando você vai naquele site de buscas e visualiza um anúncio com a opção FRETE GRÁTIS grifada, você já não se anima?!

Além da vantagem no valor do bem em si, a questão do frete grátis leva ao consumidor uma sensação de estar tendo uma vantagem, um “algo a mais”, na compra. Mais do que isso: ele sente que não terá um gasto acima do planejado inicialmente, ou do valor que consta no anúncio.

Claro que, cada empresa, de acordo com suas análises financeiras, deverá verificar se é ou não possível oferecer tal condição. É preciso entender se o possível aumento de receita irá compensar o valor do frete que ficará à cargo  de quem vende. Ao mesmo passo, cabe ao consumidor identificar e separar o que realmente é um bom negócio, com preço justo e marca confiável (e claro: sem frete, sem possível!), das ofertas que escondem pequenas surpresas nas entrelinhas.

É chegada a hora: é dada a largada! E que vença aquele que souber encontrar o equilíbrio!

E-commerce – A evolução da evolução!

Provavelmente você já ouvir sua mãe, pai, avó, ou alguma outra pessoa que tenha um pouco mais de idade dizer: “Onde esse mundo vai parar? O que mais falta inventar?” É sabido e notório que, tudo em nossas vidas tem evoluído em um
ritmo assustador. Sejam coisas ruins ou boas.

Falando da parte positiva dessa constante revolução, a realidade que encontramos hoje, em relação a tecnologia e ao uso dela para nos trazer comodidade, é incrível! Há alguns anos atrás você pensava duas vezes antes de decidir trocar
de canal na TV. Depois de estar confortavelmente instalado no sofá, ter que levantar e ir até ao aparelho, para escolher alguma outra emissora (das poucas disponíveis), e sintonizar a imagem perfeitamente, acabava fazendo com que ficássemos assistindo os comerciais.Hoje em dia, a maior parte de nós tem (pelo menos) um televisor com controle remoto e uma infinidade de canais à disposição. O que não garante que temos entretenimento de qualidade, mas aí já seria uma outra conversa…

A verdade é que toda essa inovação e busca pela praticidade, atingiu todos os aspectos do nosso cotidiano, partindo da TV com quantidade incontável de canais, até chegar ao que compramos. Não precisarmos mais sair de casa para adquirir gêneros dos mais variados, já não é mais uma utopia. Muito pelo contrário. O que pode parecer loucura para as gerações mais novas é ir até uma loja pra comprar algo, quando isso pode ser feito de casa, ou onde estiver.

Sim, este é o E-Commerce! E é pouco provável que você nunca tenha se valido dele, mesmo que de repente não o conheça pelo nome.

Ele talvez seja um dos elos mais avançados na linha evolutiva da comercialização, tanto no atacado quanto principalmente, no varejo. Comprar o que você quiser, na hora que quiser, na quantidade que quiser…
E isso tudo sem ver ou ouvir nenhum vendedor.

É claro que sempre haverá espaço para os comerciantes de carne e osso, para as lojas físicas… Pelo menos, até surgir um elo mais avançado. E talvez a função do E-Commerce realmente não seja exterminar a
negociação olho no olho, mas sim, complementar a parte comercial das instituições.

As empresas em geral parecem ter compreendido essa nova realidade, e tem investido cada vez mais, seja na criação de lojas virtuais, na otimização da visualização de seus sites para tablets e smartphones,
ou na implementação de aplicativos mobile.

Pode ser que daqui há alguns anos, nós lembremos dessa época onde a corrida para as compras era feita via internet.
A evolução nunca vai parar! Mas o panorama atual, e para os próximos anos, mostra que na verdade quem não se adaptar a essa “nova era” corre o risco de não ser lembrado. Seja em um futuro distante, ou próximo.

Pensando nisso, criamos uma solução para todas as empresas ou pessoas físicas interessadas em abrir uma loja virtual. É o e-DIGISHOP, uma plataforma completa para iniciar suas vendas online. Conheça!

Novas regras do E-commerce no Brasil

Esse mês entrou em vigor no Brasil o Decreto Presidencial 7.962/13, informando as novas regras incluídas no Código de Defesa do Consumidor para compras em lojas virtuais.

A intenção da norma é tornar mais claras as informações sobre os produtos, serviços e fornecedores da loja virtual, além de melhorar o atendimento ao consumidor e obedecer ao direito do cliente de desistir da compra. Os canais de atendimento deverão confirmar o recebimento das demandas dos clientes imediatamente. As regras valem tanto para venda de produtos quanto para prestação de serviços. O decreto também abrange sites de vendas coletivas.

A partir de agora todas as páginas do site deverão exibir, em local visível, o CNPJ da empresa ou o CPF da pessoa responsável pelas atividades comerciais da loja. Acompanhando esse dado, deverão acompanhar o endereço físico e eletrônico (e-mail) da loja. Esses endereços deverão estar aptos a fornecerem respostas e informações tanto para clientes quanto para qualquer pessoa, oficial e empresa.

As ofertas devem apresentar uma descrição das características do produto, inclusive alertas de saúde e segurança para o cliente, a disponibilidade dos itens e se há qualquer tipo de restrição aplicada ao consumidor.

Os preços devem ser descritos de maneira explícita quaisquer despesas adicionais como entrega, juros e seguros que venham interferir nos valores finais. As lojas também são obrigadas a informar todas as modalidades de pagamento e qual é o prazo para usufruir o serviço ou para a entrega dos produtos.

Os sites de compras coletivas são obrigados a indicar a quantidade mínima de consumidores para efetivação do contrato, prazo de utilização da oferta pelo consumidor e identificação do fornecedor responsável (CNPJ ou CPF, endereços para contato).

Continue lendo

Estou pronto para abrir uma loja virtual?

No intuito de abranger o mercado e conquistar gradativamente um publico que se revela cada vez mais necessitado de tempo e facilidades, empresas estão apostando numa nova maneira de comercializar seus produtos: o E-commerce.

A venda de artigos pela internet está cada vez maior. Mercadorias de diversos setores, desde produtos de consumo até bens duráveis, vêm sendo comercializados na rede através das lojas virtuais.

O  B2C (venda diretamente voltada para o consumidor) recebe de braços abertos esse novo conceito de vendas que traz oportunidades tanto para o consumidor como para a própria empresa vendedora. Com o e commerce, as empresas podem concentrar seus estoques em larga escala, sem precisar de uma loja física para comercializá-los. Estoque maior é sinônimo de variedade, o que atinge e agrada diretamente o consumidor. Agora ele pode procurar o produto que deseja em toda a internet, com variedadede preços e modelos. Isso sem falar do conforto de receber sua compra em casa em questões de dias.

Continue lendo