Saiba mais sobre a nova política do Facebook.

O querido Facebook anuncia que a partir de 1º de janeiro de 2015, passa a valer a nova política de privacidade para os seus usuários. Na última semana a rede social começou a informar seus usuários sobre as mudanças, que passam pela simplificação do texto e pelo detalhamento sobre o uso de dados pessoais em novos serviços, como os baseados na geolocalização. Um dos papéis da política de privacidade é distinguir como as informações pessoais são coletadas e como os aplicativos usam essas informações, e também para adaptar o negócio de publicidade do Facebook.

As principais alterações são:

– Por perto e comprando

Os termos passarão a detalhar como as informações de localização serão usadas nos novos recursos do Facebook, como o “Nearby Friends”, que avisa quais amigos estão por perto. Estão por vir outros serviços baseados na posição geográfica das pessoas, como a indicação de restaurantes próximos ou a exibição de atualizações limitadas a amigos na mesma região.

– Dentro de casa

O Facebook passa a esclarecer quais são as empresas e serviços dos quais é dono, bem como de que forma ocorrem as interações entre as aplicações. Um exemplo é a possibilidade de uma pessoa usar o login do Facebook para acessar sua conta no Instagram, caso esqueça a senha no app.
Como já informava de que forma os dados pessoais dos usuários eram compartilhados com anunciantes, o Facebook não mudou essa área dos termos. “Nós ajudamos os anunciantes a alcançarem as pessoas com anúncios relevantes sem dizer para eles quem é você”, informa a rede. É possível, então, alterar quais anúncios são enviados. Basta clicar no “x” de posts publicitários exibidos na rede, depois em “Por que estou vendo isso?” e então em “Gerenciar suas preferências de anúncios”. Aí o usuário pode ver de quais “públicos” faz parte e pedir a exclusão de um ou mais.

– Controle de anúncios ampliado

Em paralelo à atualização que passa a valer em 2015, o Facebook amplia também o controle de anúncios. Os usuários de Austrália, Canadá, França, Alemanha, Irlanda e Reino Unido contarão com a ferramenta “Preferências de Anúncios”, que permite levar as escolhas sobre o tipo de propaganda exibida para todos os aparelhos em que o acesso à rede é feito, ou seja, uma configuração feita no computador é ajustada automaticamente nas versões da rede social para tablets e celulares. O Brasil ainda não aparece na lista de países beneficiados.

Pode até ser que você não de a devida importância para essas mudanças. A maioria dos usuários se limita a usar as funções básicas, sem se preocupar no que está sendo alterado. A verdade é que essas mudanças virão para melhorar sua timeline e mostrar as coisas que realmente te interessam. Para quem trabalha na área de mídias sociais, publicidade e propaganda, o impacto terá um efeito um tanto quanto grande. Mas, para tudo se há uma solução, e aqui na DIGICRIATIVA, contamos com uma equipe de Social Medias com estratégias infalíveis para fazer sua empresa ir para frente.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Você também pode gostar